Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão escapa de linchamento recolhe às celas em Maputo

Um cidadão acusado de burlar pessoas nas caixas automáticas dos bancos, vulgo ATM’s, caiu nas mãos de populares e escapou de um linchamento, na semana passada, na cidade de Maputo, onde outros dois indivíduos foram privados de liberdade, há dias, devido à prática do mesmo tipo de crime.

O caso deu-se no bairro de Laulane e a vítima encontra-se privada de liberdade na 14a esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM).

Segundo ele, dirigiu-se a uma ATM para levantar 400 meticais no M-Pesa. Porém, permaneceu muito tempo na caixa automática porque o sistema era lento.

“Demorei cinco pelo menos uns cinco minutos”, disse e acrescentou que, sem sucesso, abandonou o local em direcção a uma paragem de transporte semi-colectivo, no sentido tentar o levamento noutro ponto.

Todavia, após dar alguns passos, de repente, apercebeu-se de que uma mulher e um jovem estavam a discutir supostamente porque a senhora acabava de perder o seu cartão.

“Quando cheguei na paragem algumas pessoas disseram que me viram a sair da ATM e fui acusado de ter trocado o cartão da senhora”, disse o suspeito, salientando que fui submetido a maus-tratos e o pior não aconteceu graças à intervenção de pessoas de boa-fé e da Polícia.

Refira-se que este é o segundo caso que ocorre me menos de uma semana. Há poucos dias, dois jovens de 25 e 32 anos de idade foram detidos, indiciados de ficar perto das ATM’s, onde se faziam passar por pessoas honestas que ajudavam a qualquer cidadão que tivesse dificuldades de efectuar movimentos nas caixas automáticas dos bancos.

Eles trocavam os cartões das vítimas com outros sem fundos e, em seguida, sacavam uma parte do dinheiro e a outra esbanjavam com compras por via de POS.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!