Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão desmascara cobranças ilícitas no sector de justiça

Joaquim Amurane, escrivão do Tribunal Judicial distrital de Mossuril, é acusado pelas populações residentes de efectuar cobranças ilícitas a vários cidadãos, para tramitar processos judiciais com a requerida urgência. Amurane é, igualmente, indiciado de promover buscas e capturas intradomicíliár ias destinadas a extorsões. 

Para além de sujeitar os arguidos a permanecerem nas celas mesmo com uma soltura formal, enquanto não se dispusessem a satisfazer-lhe os valores monetários exigidos. Segundo Octávio Justino, jovem de 23 anos de idade, um dos lesados, Amurane ter-se-à, supostamente, apoderado de onze mil meticais que o seu tio, de nome Amede, deveria ter recebido em remuneração do trabalho de reabilitação da Central Eléctrica de Mossuril.

O facto foi abordado durante um comício popular orientado pelo governador da província de Nampula, Felismino Ernesto Tocoli, que, recentemente, efectuou uma visita de trabalho àquela região costeira de Nampula.

Tocoli disse tratar-se de um caso que carece de investigações para se apurar a veracidade dos factos. Entretanto, embora o assunto seja do conhecimento do governo do distrito ainda não se vislumbra qualquer medida no sentido de travar a corrupção que grassa naquela região.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!