Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chuva e ventos destroem casas e deixam famílias sem tecto em Nampula

As chuvas que voltaram a arrasar as cidades de Nampula e Nacala-Porto, entre 14 e 19 de Dezembro corrente, deixaram mais de uma dezena de famílias sem abrigo em diferentes bairros das duas urbes. Uma escola e uma esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) foram também destruídas.

“(…) Os estragos são grandes”, lamentou Gustavo Hilário, residente na zona do Vieira, no bairro de Natikiri.  O jovem perdeu a sua habitação devido à chuva e disse: “Não sei o que fazer neste momento para acomodar a minha família. Vivo de biscates (a extracção e venda de areia) e o dinheiro que ganho (300 meticais) não chega para erguer uma nova casa, nem que seja com base em material precário”.

Na mesma região, a Escola Primária Completa de Mutimacanha ficou sem tecto em consequência das chuvas acompanhadas por ventos fortes. Vários outros domicílios não resistiram às intempéries.

Manuela Santos, solteira com cinco dependentes, está ao relento devido ao mesmo problema. Ela é empregada doméstica e mensalmente ganha 1.200 meticais mas o valor não chega para cobrir as despesas de casa, muito menos reconstruir o que foi parcialmente deitado abaixo pela chuva.

O mesmo cenário vive-se no bairro de Namicopo, onde famílias em número não especificado ficaram sem abrigo. Nesta zona, a 3ª esquadra da PRM não foi poupada pela fúria das águas e do vento.

Mamudo Amade contou, em declarações ao @Verdade, que as chapas de zinco da esquadra feriram algumas pessoas colhidas de surpresa nas casas mais próximas.

Na cidade portuária de Nacala-Porto, pessoas de diferentes bairros viram as suas residências desabafadas no sábado (19), devido às chuvas que se fizeram sentir um pouco por toda província de Nampula.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!