Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

China sentencia antigo dirigente do partido Yunnan à morte por corrupção

A China condenou o ex-chefe do Partido Comunista da província sudoeste de Yunnan à morte por corrupção com um adiamento de dois anos para a execução da pena. Bai Enpei é o mais recente funcionário a cair na ofensiva do presidente Xi Jinping contra subornos.

A corte afirmou que Enpei, de 70 anos, abusou de sua posição, inclusive como chefe do partido em Yunnan até 2011 e anteriormente como o alto funcionário na província ocidental de Qinghai, ilegalmente acumulando mais de 247 milhões de iuans (37 milhões de dólares) em activos.

Foi concedido a ele um adiamento de dois anos para o cumprimento da pena, por ter admitido e lamentado seus crimes e porque os activos foram recuperados integralmente, segundo o tribunal. Normalmente, sentenças de morte podem ser convertidas em prisão perpétua devido a bom comportamento.

“A quantidade de subornos que Bai Enpei aceitou era enorme, os detalhes de seus crimes extremamente graves e seu impacto social particularmente pernicioso”, afirmou o Tribunal Intermediário da cidade de Anyang, na província central de Henan, em seu blog oficial.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!