Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chile vai fechar luxuosa prisão para agentes da ditadura

O presidente conservador do Chile, Sebastián Piñera, determinou, Quinta-feira (26), a desactivação de uma luxuosa prisão exclusiva para ex-agentes da ditadura militar condenados por violações dos direitos humanos.

A penitenciária Cordillera, construída logo depois da redemocratização do Chile, oferece acomodações confortáveis, acesso à internet, jardins, atendimento de nutricionista e quadra de tênis.

Piñera, primeiro presidente direitista desde o fim do regime de Augusto Pinochet, argumentou que a desactivação atende a “três princípios: a igualdade perante a lei, a segurança dos detentos e o funcionamento normal e mais eficiente da polícia”.

Entre os actuais detentos no local está Manuel Contreras, ex-chefe da temida Dina, a agência de inteligência nacional, que foi condenado a mais de 200 anos de prisão pela sua responsabilidade em crimes cometidos contra opositores de Pinochet.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!