Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cheias: Moçambique não precisa de ajuda internacional diz Director do INGC

Com a época de chuvas ainda longe do seu término aumentam os danos materiais e as vítimas humanas das cheias que se registam no Sul e e Centro de Moçambique. O balanço mais recente do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) indica que 91 pessoas perderam a vida em consequência directa das cheias.

As três vítimas mais recentes perderam a vida no distrito de Gilé, na província central da Zambézia, devido ao desabamento das paredes das habitações onde se encontravam refugiadas durante a intensa chuva que se tem registado.

Entretanto o Director Geral do INGC, João Ribeiro, considera que Moçambique dispõe de capacidade interna para assistir as vítimas das cheias que assolam várias regiões do país desde o início do ano.

Ribeiro acrescentou que apesar da gravidade da situação ainda não está esgotada a capacidade interna para lidar com os danos materiais e apoiar as vítimas afastando, por enquanto, qualquer necessidade de apoio de emergência internacional.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!