Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cheias: Moçambique não precisa de ajuda internacional diz Director do INGC

Com a época de chuvas ainda longe do seu término aumentam os danos materiais e as vítimas humanas das cheias que se registam no Sul e e Centro de Moçambique. O balanço mais recente do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) indica que 91 pessoas perderam a vida em consequência directa das cheias.

As três vítimas mais recentes perderam a vida no distrito de Gilé, na província central da Zambézia, devido ao desabamento das paredes das habitações onde se encontravam refugiadas durante a intensa chuva que se tem registado.

Entretanto o Director Geral do INGC, João Ribeiro, considera que Moçambique dispõe de capacidade interna para assistir as vítimas das cheias que assolam várias regiões do país desde o início do ano.

Ribeiro acrescentou que apesar da gravidade da situação ainda não está esgotada a capacidade interna para lidar com os danos materiais e apoiar as vítimas afastando, por enquanto, qualquer necessidade de apoio de emergência internacional.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!