Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cheias: sede de Guijá vai passar para Chinhacanine

O governo do distrito de Guijá, na província de Gaza, Sul de Moçambique, pretende transferir a sede distrital de Caniçado para Chinhacanine e a sede do Posto Administrativo de Caniçado para uma zona denominada 7 de Abril. A medida visa contornar as cheias que ciclicamente afectam aqueles pontos.

Um projecto nesse sentido está em forja para ser submetido ao Conselho Consultivo e ao governo locais para apreciação, segundo refere o matutino Notícias. Guijá foi fortemente fustigado pelas recentes cheias que para além de matar sete pessoas e mais de 2.700 animais, entre aves, gado caprino, ovino e suíno, destruiu centenas de casas de construção precária.

Chinhacanine é uma localidade em franco desenvolvimento e com uma população estimada em pouco mais 11 mil habitantes. Situa-se a sensivelmente 25 quilómetros a norte da cidade de Chókwè e da vila de Caniçado.

A escassos metros daquela comunidade está implantada uma importante infra-estrutura de controlo das águas, a barragem de Macarretane, descreve o Notícias. Zacarias Soto, administrador de Guijá, afirmou que a mudança para Chinhacanine é estratégica, para além de ter a vantagem de ser um lugar relativamente seguro em caso de ocorrência de intempéries como inundações.

A sua localização geoestratégica é ímpar, por ser servida pelo corredor rodoviário e ferroviário do Limpopo. Tem a vantagem de permitir o acesso fácil aos distritos do norte de Gaza, designadamente Chigubo, Mabalane, Chicualacuala e Massangena.

A transferência irá, igualmente, permitir que com a conclusão da asfaltagem da estrada Chinhacanine/Chicualacuala, as trocas comerciais com o norte de Gaza e o acesso aos grandes centros de negócios em Chókwè, Macia e na capital do país fluam com maior celeridade e imprimir-se uma nova dinâmica de desenvolvimento socioeconómico da região.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!