Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cerca de três milhões de pacientes poderão receber tratamento anti-retroviral até 2015 na RAS

O Conselho sul-africano de Combate ao SIDA, Sanac, espera que até 2015 cerca de três mil pacientes recebam tratamento anti-retroviral. Segundo a porta-voz deste organismo, Khopotso Bodibe, actualmente, no território sul-africano, cerca de 1.9 milhão de pacientes está a beneficiar daqueles medicamentos.

Outra meta estipulada pela organização é de, até 2015, erradicar do país a transmissão do VIH da mãe para o filho durante o parto e na amamentação, bem como a redução da morte materna devido à SIDA. Bodibe afirmou que o número de transmissões do vírus da mãe para o bebé decresceu de 8% para 2.7% no intervalo de 2008 a 2012 e que 99% das mães e crianças em risco de transmissão do VIH estavam actualmente a receber tratamento com os anti-retrovirais.

“As infecções pela tuberculose continuam um grande desafio”, disse a porta-voz, acrescentando que grande parte de doentes com o VIH se encontrava também a padecer do mesmo mal. A Sanac espera reduzir a incidência de mortes devido à tuberculose em portadores do HIV em 50% em 2015.

A nova estratégia nacional para o combate ao VIH, tuberculose e as doenças sexualmente transmissíveis foi adoptada no encontro do Conselho Nacional de Combate à SIDA, Sanac, que foi dirigido pelo Vice-Presidente, Kgalema Motlanthe, em Secunda, Mpumalanga.

Um tratamento anti-retroviral simplificado e que combina três fármacos num só foi recentemente lançado em Ga-Rankuwa, a norte de Pretória, mas no último domingo a porta-voz da Sanac, Khopotso Bodibe, garantiu que nem todos os doentes irão ter acesso ao novo tratamento.

“Os que estão actualmente em tratamento terão de continuar com a sua combinação de medicamentos, visto que sempre sobreviveram por causa do mesmo. Somente depois de Julho do presente ano poderão obter o novo medicamento”, destacou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!