Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CDM incrementa uso de farinha de milho local na produção da cerveja Chibuku

A Cervejas de Moçambique, SA, subsidiária da SABMiller, assinou um acordo com a Empresa de Comercialização Agrícola (ECA), que actua na comercialização de produtos através de pequenos agricultores na província de Manica. Através deste acordo, a ECA passará, a partir de Setembro do corrente ano, a produzir e fornecer farinha de milho, a ser consumida pela CDM na Beira, no processo de produção da Chibuku.

Esta iniciativa, para além da redução de custos de importação, visa incrementar a parceria com o sector privado local e desenvolver a agricultura familiar em Moçambique, uma vez que a ECA irá adquirir e processar o milho em larga escala, produzido por cerca de 2000 camponeses nacionais, contribuindo assim para o incremento da renda destes e geração de emprego. Como resultado desta parceria, a CDM deixará de importar farinha de milho da África do Sul, podendo no primeiro ano adquirir até 2000 toneladas de farinha de milho, quantidade que poderá duplicar a partir do terceiro ano de execução do contrato.

Chibuku é uma cerveja tradicional e que tem como ingredientes o sorgo, milho, levedura e água, com um teor de 3,5% Alc/Vol, devendo ser consumida no prazo de 5 dias após a produção.

A CDM conta ainda introduzir a produção de Maheu, outra bebida tradicional feita a partir do milho, contudo sem teor alcoólico.

Tal como ocorre com todas as suas marcas, a CDM recomenda vigorosamente o consumo responsável e a interdição da venda a menores de 18 anos, de acordo com o seu Código de Conduta e Ética Empresarial.

A CDM-Cervejas de Moçambique, SA, opera com três fábricas de cerveja, em Maputo, Beira e Nampula, tem 1200 colaboradores e possui sete entrepostos de venda, nomeadamente em Xai-Xai, Maxixe, Chimoio, Quelimane, Tete, Nacala e Pemba.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!