Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Carvão extraído pela Vale em Moatize chega pela primeira vez a Beira para exportação

2700 toneladas de carvão mineral extraído da minas de Moatize, na província de Tete, pela multinacional Vale Moçambique, chegou ao princípio da noite desta segunda-feira ao Porto da Beira, transportado em 42 vagões e por três locomotivas.

O minério será descarregado num período de 48 horas, devendo permanecer a céu aberto no Terminal de Carvão daquela infra-estrutura ferro-portuária até que, na sequência da chegada de outros lotes, se atinjam 50 mil toneladas, altura em que será exportado.

Segundo escreve o jornal Notícias, que cita o Presidente do Conselho de Administração dos Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, Rosário Mualeia, depois deste primeiro lote o comboio vai a vila carbonífera de Moatize, numa viagem de 24 horas, para fazer outro carregamento. Em princípio está prevista a circulação de comboios três vezes por semana.

Na sua avaliação, o primeiro comboio chegou com algum atraso, tendo partido de Moatize às 20.00 horas de domingo e chegado ao Porto da Beira depois das 18.00 horas de segunda-feira, circulando a uma velocidade de cerca de 65 quilómetros por hora. Passada uma semana, o tráfego pode atingir uma média diária de seis comboios nos sentidos ascendente e descendente.

Segundo as projecções avançadas por Rosário Mualeia, a primeira exportação de carvão mineral de Tete deverá iniciar-se no dia 28 deste mês, tendo como destino os mercados brasileiro, indiano, japonês e sul-africano. Para o efeito, os navios que farão o transporte poderão chegar ao país no devido momento. Para já, decorrem procedimentos de adjudicação para o embarque, sendo que inicialmente os navios vão transportar uma média entre 50 e 60 mil toneladas de carvão, enquanto se espera que até Novembro próximo os cais de carvão funcionem em pleno no Porto da Beira.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!