Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Capitão da Lazio é preso por suspeita de manipular resultados

O técnico da Juventus, Antonio Conte, está sob investigação e o capitão da Lazio, Stefano Mauri, foi detido como parte de um inquérito policial sobre a manipulação de resultados no futebol italiano, disseram as autoridades, esta Segunda-feira.

O lateral-esquerdo Domenico Criscito foi cortado da selecção italiana que disputa a Eurocopa a partir deste mês para limpar o seu nome, depois também de ser colocado sob investigação, informou o vice-presidente da federação de futebol da Itália, Demetrio Albertini.

A polícia visitou o centro de treinamento de Coverciano, onde a selecção treina para o amistoso de Terça-feira contra Luxemburgo, e avisou o ex-jogador do Genoa, actualmente no Zenit, que ele está a ser investigado.

O promotor Roberto di Martino, de Cremona, disse que a visita policial dizia respeito apenas a Criscito e não envolvia outros jogadores da selecção.

O empresário de Criscito disse ao site da Gazzetta dello Sport que o jogador ficou surpreso com as acusações, as quais ele negou.

A polícia de Cremona disse já ter detido 19 pessoas e estar a investigar Conte, que, este mês, levou a Juventus ao seu primeiro título da Série A desde a perda dos troféus de 2005 e 2006 por causa de um escândalo semelhante.

Conte é suspeito de fraude desportiva e associação fraudulenta envolvendo uma partida entre o Siena, seu ex-clube, e o Novara, em abril de 2011. Não há sinal de irregularidades envolvendo a Juventus.

As ações de Segunda-feira envolveram cerca de 280 policiais em 23 cidades. Além de Mauri, foi detido também o meiocampista Omar Milanetto, do Padova, que joga na Série B.

Todas as detenções estão relacionadas aos jogos Lecce x Lazio e Lazio x Genoa, na Série B da temporada passada.

Segundo Di Martino, apostadores parecem ter ganhado cerca de 2 milhões de euros (2,5 milhões de dólares) nesses jogos, e pago 600 mil euros para subornar os jogadores e obter os resultados esperados.

Em nota, a polícia disse que cinco pessoas também foram presas na Hungria por suspeita de envolvimento com um esquema internacional de apostas ilegais, comandado pelo cingapuriano Tan Seet Eng, detido em Dezembro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!