Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Câmaras frigoríficas da morgue do Hospital Provincial do Niassa estão avariadas há três semanas

O sistema de frio para a conservação de corpos na morgue do Hospital Provincial do Niassa não funciona há três semanas devido a uma avaria cuja reparação depende da substituição de uma peça obsoleta, o que até este momento ainda não foi possível por causa da falta de dinheiro.

As famílias realizam as cerimónias fúnebres dos seus entes queridos logo após o falecimento. O médico chefe provincial do Niassa, Laisson Daniel explicou que para a solução do problema é necessário que seja substituída uma peça que se encontra obsoleta. Estão a ser envidados esforços para o efeito, em coordenação com as autoridades municipais.

O interlocutor revelado a peça danificada é de difícil aquisição no mercado moçambicano e máquina foi instalada por um fornecedor no período colonial.

Segundo a fonte, não existe uma medida alternativa enquanto se espera a solução do problema porque as câmaras não podem ser usadas na situação em que se encontram, o que faz com que as pessoas realizem os funerais em curto espaço de tempo.

Cidadãos entrevistados pelo @Verdade consideram que a justificação segundo a qual a peça estragada não se encontra no mercado nacional é descabida porquanto a tarefa das entidades sanitárias é de procurar solução para melhorar o atendimento dos utentes e não avanças desculpas…, sobretudo quando se trata de conservação de corpos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!