Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Calma e serenidade estão a marcar o processo de votação

Os nossos correspondentes relatam longas filas de pessoas à espera para votar na maioria dos municípios. Em geral as assembleias de voto abriram a horas e têm estado bem organizadas, com apenas problemas menores.

Na cidade da Beira, onde o candidato independente Davis Simango avisara sobre possível intimidação da polícia, o nosso correspondente relata que a polícia estava “praticamente invisível”. Há filas longas e a votação está a decorrer com regularidade.

Mas houve queixas da polícia estar muito perto das assembleias de voto em vários locais, incluindo Lichinga e Xai Xai. Há alguns relatórios de assembleias de voto a abrirem com até 30 minutos de atraso.

Isto normalmente não é grave, mas a chuva e o entusiasmo causaram problemas em Sofala. Na escola primária Agostinho Neto na Beira, quando as 4 assembleias de voto ainda não estavam abertas às 7:20, os eleitores invadiram as salas de aulas da escola, causando dois ferimentos ligeiros.

No Dondo na escola primária Eduardo Mondlane, eleitores ansiosos por sair da chuva forçaram a entrada na sala de aula antes da abertura da assembleia de voto.

Em três municípios em Gaza houve queixas de campanhas nas filas de espera e de material eleitoral nas assembleias de voto.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!