Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cairo vive dia de revolta após polícia matar homem por discussão sobre preço de chá

Uma revolta irrompeu em um subúrbio do Cairo nesta terça-feira depois que um polícia disparou sobre três pessoas por causa de uma discussão sobre o preço de uma chávena de chá, matando uma delas, disseram o Ministério do Interior e testemunhas.

O ressentimento público com supostos casos de brutalidade policial vem crescendo nos últimos meses, e vários incidentes terminaram em brigas e protestos cinco anos depois de autoridades do Ministério serem um dos principais alvos do levante popular de 2011.

Um dos observadores mostrou um cartucho de bala e acusou a polícia de matar egípcios “pobres”.

Uma multidão logo se formou, virando uma viatura de cabeça para baixo e espancando outro policial no local, disse uma testemunha, que não viu os disparos, mas disse ter chegado ao cenário do incidente no bairro afluente de Rehab pouco depois.

“O Ministério do Interior é feito de bandidos”, entoou a multidão em um vídeo enviado à Reuters pela testemunha. Cerca de 200 pessoas estavam presentes, segundo uma estimativa da filmagem feita pela Reuters.

Activistasde direitos humanos dizem que a brutalidade policial é generalizada no Egito e que existe uma cultura de impunidade. O Ministério do Interior afirma que os abusos são isolados e que os incidentes são investigados.

Testemunhas disseram em redes sociais que a discussão ocorrida nesta terça-feira disse respeito ao preço de uma xícara de chá, o que foi confirmado à Reuters por forças de segurança. O ministério afirmou em um comunicado que um policial se envolveu em uma discussão com um vendedor por causa “do preço de uma bebida” e que o matou a tiros, ferindo outras duas pessoas no ato.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!