Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CAF confirma datas da Copa da Africana de Nações apesar de ameaça de ebola

A Confederação Africana de Futebol (CAF) decidiu nesta segunda-feira em Rabat manter o calendário inicial do Campeonato Africano das Nações(CAN) em futebol, apesar do pedido de Marrocos para adiar a competição por causa do risco de propagação do vírus ébola.

A CAF confirmou em comunicado que o torneio ocorrerá entre 17 de Janeiro e 8 de Fevereiro, como previsto anteriormente, e pediu para que o Marrocos decida se vai sediar o CAN até domingo. A decisão do país só será anunciada no dia 11 de Novembro, no Cairo.

As datas foram confirmadas após reunião realizada em Rabat entre uma delegação da CAF, liderada pelo presidente Issa Hayatou, e autoridades marroquinas. A CAF justificou a manutenção do calendário devido às medidas tomadas desde o surto do vírus ébola, assim como sua actuação “em conformidade com o princípio da precaução, respeitando estritamente as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS)”.

O governo marroquino pediu recentemente para atrasar a data do CAN após orientação do Ministério da Saúde do país e da própria OMS, que pediu para evitar a concentração (em espaços restritos) de pessoas vindas dos países afectados pelo vírus no leste da África, principalmente Líbia, Serra Leoa e Guiné-Conacri.

A CAF disse que entre os três países só Guiné-Conacri tem possibilidades de classificar-se para a fase final da competição. A CAF disse que a realização da Copa Africana de Nações no Marrocos não representa riscos. Segundo a confederação, menos adeptos são esperados para a competição comparado com Mundial de Clubes, que está previsto para ocorrer entre 10 e 20 de Dezembro em Rabat e Marrakech. O país não pediu o adiamento do torneio interclubes.

A CAF destacou que as medidas sanitárias já iniciadas em Marrocos, onde não foi declarado nenhum caso do ébola, são suficientes para controlar a circulação muito limitada de pessoas durante o Campeonato Africano das Nações. De acordo com a CAF, qualquer a mudança no calendário de competições prejudicaria os demais torneios, incluindo a próxima edição do CAN de 2016, que será sediada por Ruanda.

Segundo os últimos dados da OMS, o actual surto do ébola que afecta alguns países do leste da África já matou quase 5 mil pessoas. Mais de 10 mil foram infectadas pelo vírus.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!