Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cadáveres de dois professores encontrados num riacho na Matola

Dois professores, sendo um da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e o outro do Instituto de Formação de Professores de Vilanculos, na província de Inhambane, foram encontrados sem vida e os seus corpos abandonados num riacho, no último sábado (01), no bairro Belo Horizonte, no município da Matola.

Trata-se de Adérito Fuel, que era docente de Língua Inglesa na mais antiga e maior universidade pública do país, e Armando Manjate, do Instituto de Formação de Professores de Vilanculos.

Eles eram amigos e desapareceram a 18 de Março de passado e os seus cadáveres só foram achados 14 dias depois no interior da viatura em que se faziam transportar.

Não se sabe ao certo ainda em que circunstâncias os malogrados encontraram a morte. A Polícia assegurou que os pertences das vítimas estavam intactos no interior do carro, incluído os telemóveis, o que a prior afasta a hipótese de assalto.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!