Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Brasil e Espanha são favoritos da Taça das Confederações

A Taça das Confederações da África do Sul, torneio que serve de teste para o Mundial de 2010 nesse mesmo país, começa este domingo com a expectativa de uma final entre Brasil-Espanha dentro de duas semanas, com a Itália, atual campeã do mundo, também favorita.

A Espanha, número um do ranking da Fifa e campeã européia, que chega à África do Sul com o recorde de 32 jogos invicta e é uma das maiores candidatas ao título desta minicopa, não deverá ter dificuldades para terminar como primeira colocada do Grupo A, que completam Nova Zelândia, Iraque e África do Sul.

O Brasil, que assumiu a liderança das eliminatórias sul-americanas para o Mundial-2010 após suas contundentes vitórias sobre o Uruguai (4-0) e Paraguai (2-1), é outro favorito ao título, mas seu Grupo B é um pouco mais difícil com Itália, Estados Unidos e Egito.

A primeira fase não parece complicada para Espanha e Brasil e tudo levar a crer que avançarão na primeira posição de seus respectivos grupos para as semifinais, enquanto que a Itália deverá ter mais dificuldades para se classificar.

O envelhecido selecionado italiano mal conseguiu ganhar por 4-3 da Nova Zelândia num amistoso disputado na última quarta-feira e seus adversários no grupo, o Egito bicampeão africano, e os ascendentes Estados Unidos, podem complicar sua ida para as semifinais. O segundo bilhete do Grupo A, acompanhando a Espanha, deverá ser a África do Sul, o que será bom para o torneio devido ao colorido que dariam os torcedores dos Bafana-Bafana.

Tanto Espanha, que quer seu primeiro título na Taça das Confederações, como Brasil, que tenta o terceiro, são conscientes de seu favoritismo e, isso, seus jogadores assumem. “Em outros torneios nos pregavam a etiqueta de favoritos, mas não correspondia à realidade, agora sim nos sentimos favoritos.

Pela primeira vez viemos com esta ideia e queremos conquistar algo grande, como a Taça das Confederações”, afirma o capitão espanhol, Iker Casillas.

Lúcio, o capitão brasileiro, sabe que para seus conterrâneos só a vitória interessa. Os brasileiros estão animados para o torneio. “Vamos lutar pelo título, essa é nossa meta. Temos que respeitar todas as seleções, mas nosso objetivo principal é ganhar o torneio”, assegurou Lúcio. 

Os bilhetes para as partidas da Taça das Confederações ainda não esgotaram. Até agora só 70% foram vendidas, mas os organizadores esperam vender todas até o início do torneio. Joseph Blatter, presidente da Fifa e defensor veemente do Mundial sul-africano, e Danny Jordaan, responsável pelo Comitê Organizador, torcem principalmente para que não haja problemas com a segurança.

Com um dos maiores índice de criminalidade do mundo – 18.000 homicídios e 200.000 estupros denunciados por ano -, aTaça das Confederações poderia criar temores em relação ao Mundial, quando haverá uma afluência maior de turistas. Devido a isso, 10.000 policiais e quase 2.000 agentes de empresas de vigilância privadas estarão atentos para o desenvolvimento limpo da competição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!