Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Boxe: Novo corpo directivo será conhecido em Março

Com vista a devolver a dignidade estrutural da Federação Moçambicana de Boxe (FMBOXE), a Comissão de Gestão daquela agremiação decidiu que a assembleia-geral extraordinária para a eleição de novos órgãos sociais será realizada no próximo dia 11 de Março em Maputo.

Com o anúncio da renúncia do cargo de presidente da FMBOXE por parte de Luís Caldeira, o boxe moçambicano mergulhou numa profunda crise e precedentes, factor que chegou a paralisar por completo a prática desta modalidade no país desde o passado mês de Outubro.

No entanto, uma comissão prontificou-se a gerir aquele edifício, com o objectivo de preparar a assembleia-geral extraordinária para a eleição de novos órgãos. Assim sendo, a Comissão de Gestão definiu 11 de Março como data para a realização do evento, sobejamente esperado pela família dos fazedores do boxe moçambicano, curiosamente um dia depois da realização do campeonato nacional.

O mesmo vai decorrer no Comité Olímpico de Moçambique a partir das 9 horas. Apesar do prazo de entrega das candidaturas ter expirado na última segunda-feira (25), segundo informa Pedro Novela, secretário-geral desta agremiação, até àquela data nenhum candidato havia se formalizado, o que levou a prorrogação até ao próximo dia 8 de Março.

Contudo, segundo um dado avançado pelos órgãos de informação nacionais, Benjamim Uamusse, conhecido por Big Ben, terá submetido na tarde da última quarta-feira (27) a sua candidatura, após ter renunciado ao cargo de presidente da Associação de Boxe da Cidade de Maputo São também apontados como pretensos candidatos os nomes de Spiros Esculudes e António Balú, outros dois homens do boxe que curiosamente ocuparam vários cargos directivos a nível da federação.

Importa referir que a FMBOXE funciona com apenas cinco associações ao nível do país nomeadamente Maputo, Manica, Sofala, Nampula e Inhambane bem como o núcleo de Gaza, este último sem direito a voto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!