Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

BOM abre seis novas agências rurais

Mais seis novas agências rurais do Banco Oportunidade de Moçambique (BOM) deverão entrar em funcionamento ao longo do presente ano de 2010 nos distritos de Chókwè, em Gaza, Nacala, na província de Nampula, Dondo, em Sofala, Guruè e Mocuba, na Zambézia, e ainda no distrito de Ulóngue, na província central de Tete.

Aquelas instituições financeiras deverão dar crédito a cerca de três mil pequenos e médios agricultores daquelas regiões e as mesmas vêm-se juntar a um banco móvel aberto em 2009, na cidade de Quelimane, para servir produtores agrícolas e outros agentes económicos das zonas de Lucuare, Nicoadala, Namacura e Macuze, da província central da Zambézia.

Ainda em 2009, o BOM abriu mais dois balcões nas cidades de Tete e Nampula, perspectivando abrir, este ano de 2010, mais quatro bancos móveis em regiões não identificadas no Relatório e Contas 2009 daquela instituição financeira membro da Rede Opportunity International (OI) que é “uma organização dedicada ao desenvolvimento e transformação nos países em vias de desenvolvimento”. Destaca o BOM ainda no seu relatório de balanço do desempenho de 2009 que o seu programa de expansão para 2010 contempla também acções de alargamento da sua rede para mais 13 mil novos clientes para acederem a empréstimos e 60 mil outros clientes com contas abertas para poupança.

No período igualmente em análise foram desembolsados cerca de 155 milhões de meticais, correspondentes a 8701 créditos e a 31 de Dezembro último a carteira de crédito totalizou 73 milhões de meticais, representando um incremento de cerca de 12,4%, comparativamente a 2008.

FNB Moçambique

Entretanto, o First National Bank (FNB) Moçambique reclama ter registado no exercício de 2009 um activo líquido total de 2.753.966 milhões de meticais, o correspondente a um crescimento de 49,7%, face a 2008 e activos de negócio no valor global de 2.048.228 milhões de meticais, “um crescimento considerável de 303,2% relativamente ao ano anterior”, segundo destaca o Relatório e Contas 2009 daquela institutição financeira.

Aquela sociedade anónima de responsabilidade limitada é detida em 90% pela First Rand Moçambique Holdings Lda e conta com 185 assalariados, enquanto o Banco Oportunidade de Moçambique tem 165 trabalhadores, dos quais 44% correspondem ao sexo feminino.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!