Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Black Out: as regras da “satisfação” sexual

O Grupo Teatral Gumula apresentou no último sábado (27), na Casa Velha, em Maputo, a peça “Black Out”. Trata-se, porém, de um trabalho que visa responder as inquietações dos moçambicanos e não só – jovens e adultos – que procuram alcançar a alegria nas relações sexuais. Aberta simplesmente para maiores de 18 anos, a obra, diga-se, é uma verdadeira terapia.

Em cena, Elso Chirinda e Adriano Cossa, que representam Amine e Salvador, respectivamente, dois amigos com experiências um tanto similares, explicam a plateia as tácticas que resultam com a desejada satisfação sexual. Segundo eles, o sexo – esse “instrumento” (in)dispensável na vida do Homem – não pode ser desperdiçado, pura e simplesmente por inocência ou, se calhar, por preservar o tradicionalismo.

No entanto, ainda que numa sociedade onde reina o tabu em relação à exposição das partes íntimas do corpo humano, intencionalmente, os artistas apresentaram-se no palco totalmente nus. E, incrivelmente, a quem estranhou a iniciativa, mas, com o decorrer do tempo, o público foi se libertando da “opressão social” e aceitou a realidade.

De certa forma, se analisarmos a reacção do público que se fez presente no dia da estreia, diríamos, sem sombras de dúvidas, que, em Moçambique, a masturbação, o sexo oral, entre outros tipos, ainda são vistos como obras diabólicas.

Tal como explica-se na peça, muitos dos nossos antepassados – mães e avós –, particularmente os do sexo feminino, pereceram sem atingirem o orgasmo. Por isso, há, ainda mais, necessidade de se quebrar os tabus e fazer com que as mulheres tenham, diga-se, os mesmos privilégios sexuais.

Com cerca de uma hora de duração, “Black Out”, estará de volta aos palcos de Maputo e não só, no próximo ano de 2015.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!