Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Benfica derrota Sporting e fica a sete pontos do título

O Benfica deu um passo muito importante rumo à conquista do título, ao vencer, esta terça-feira, o Sporting, por 2-0, no clássico de Lisboa que encerrou a 26ª jornada da Liga Sagres. Os encarnados voltam a ter seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado, Braga, e a quatro jornadas do final estão numa posição privilegiada para conquistar o troféu.

O dérbi de Lisboa foi muito disputado, mas nem por isso um grande espectáculo. Perante quase 60 mil pessoas que lotaram o Estádio da Luz, o Benfica chegou ao triunfo na segunda parte, com Óscar Cardozo a abrir caminho ao sucesso com o 21º golo no campeonato, o que permitiu ao paraguaio voltar a isolar-se no topo da lista de melhores marcadores. Em quarto lugar no campeonato, e sem qualquer pressão, até foi o Sporting que entrou melhor no jogo e, já depois de um primeiro aviso de Daniel Carriço, esteve muito perto de abrir o marcador.

Um contra-ataque muito rápido permitiu a João Pereira, jogador formado nas escolas do Benfica, surgir solto na área benfiquista, mas o remate do lateral saiu ao lado. A resposta dos encarnados surgiu através de um pontapé de canto, após o qual Javi Garcia saltou mais alto do que toda a concorrência para cabecear por cima da baliza de Rui Patrício. O jogo foi-se arrastando e só nos instantes finais da primeira parte é que o Benfica aumentou um pouco a pressão, mas, além de alguns pontapés de canto e uns quantos remates contra a barreira defensiva do Sporting, não conseguiu criar verdadeiros lances de perigo.

Jorge Jesus mexeu na equipa para a segunda parte, lançando Pablo Aimar para o lugar do apagado Éder Luís e a verdade é que o Benfica subiu de rendimento, também muito por culpa dos defesas laterais que começaram a subir mais no terreno. E o argentino seria mesmo fundamental no triunfo encarnado. Ainda assim, as Águias apanharam um grande susto aos 67 minutos, quando o lateral direito do Sporting, Abel, rematou de longe para uma grande defesa de Quim.

Os adeptos encarnados levaram as mãos à cabeça, mas menos de 60 segundos depois estavam a festejar: Rúben Amorim assinou uma grande jogada pela direita, passou por dois adversários e cruzou para o segundo poste, onde surgiu Fábio Contrão. O esquerdino recebeu a bola e fez uma assistência perfeita para o coração da área, onde estava o matador Cardozo para empurrar para o 1-0.

O Sporting ficou praticamente sem reacção e o Benfica aproveitou o entusiasmo do primeiro golo para chegar a uma vantagem mais dilatada. Aos 78 minuto, um grande passe de Ramires isolou Aimar, o argentino ultrapassou o guarda-redes Rui Patrício e, de pé esquerdo, atirou para o 2-0 final.

Resultados da 26ª jornada:

Naval-Nacional, 0-0

União Leiria-Braga, 1-2

Rio Ave-F. C. Porto, 0-1

Marítimo-Belenenses, 3-3

Leixões-Paços Ferreira, 2-0

Guimarães-Olhanense, 1-1

Setúbal-Académica, 1-1

Benfica-Sporting, 2-0

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!