Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Publicidade

Bebé, jovem e idosos morrem de covid-19 em Moçambique; explosão de infectados na Cidade de Maputo, Sofala, Inhambane e Cabo Delgado

coronavirus1711-polana-canico-uci

Uma bebé, um jovem e dois idosos são as mais recentes vítimas mortais da pandemia do novo coronavírus em Moçambique. Nesta quinta-feira (07) começou a ser evidente uma 2ª vaga da covid-19 no país, com indícios de associação aos relaxamentos das medidas de prevenção durante a quadra festiva, pelo registo de novos surtos na Cidade de Maputo e nas províncias de Sofala, Inhambane e Cabo Delgado.

Testando a média diária de mil casos suspeitos as autoridades sanitárias identificaram 294 novos infectados nas últimas 24 horas, todos em resultado de transmissões locais, entre eles 286 moçambicanos, um zimbabweano, um indiano, dois brasileiros e três sul-africanos, que aumentaram para 19.961 o cumulativo de casos positivos registados desde Março de 2020.

O @Verdade apurou que 158 dos novos infectados foram detectados no Distrito Municipal de KamPfumo, elevando para 10.597 o total de casos positivos na Cidade de Maputo onde o número de internados cresceu para 77, dos 96 pacientes sob cuidados hospitalares em Moçambique.

Na Província de Sofala foram identificados 42 novos doentes na Cidade da Beira, dois no Município do Dondo e foi diagnosticado o primeiro caso positivo no Distrito de Gorongosa.

Com grande afluxo de turistas nacionais e estrangeiros na Província de Inhambane o Ministério da Saúde (MISAU) detectou 15 novos infectados no Município da Maxixe, onze na Cidade de Inhambane, sete no Município de Vilanculos, sete no Distrito de Inharrime, três no Distrito de Panda e um no Distrito de Panda.

Na Província de Cabo Delgado foram identificados 13 novos doentes na Cidade de Pemba, sete no Distrito de Chiúre, quatro no Município de Montepuez e um no Distrito de Namuno.

Entre quarta e quinta-feira as autoridades sanitárias diagnosticaram também oito novos infectados na Cidade de Nampula, seis na Cidade do Chimoio, três no Distrito de Marracuene, dois na Cidade de Tete e um no Distrito de Cahora-Bassa.

Para além do recorde de novos infectados o Ministério da Saúde registou quatro novos óbitos em pacientes infectados pelo novo coronavírus, um na Província de Nampula e três na Cidade de Maputo.

“Trata-se de três pacientes do sexo masculino, de 28, 60 e 70 anos de idade e um paciente do sexo feminino, de 2 anos de idade. Todos os óbitos são indivíduos de nacionalidade moçambicana e que evoluíram para óbito após o agravamento do seu estado de saúde durante o período de internamento em unidades hospitalares da Província de Nampula e Cidade de Maputo. Dos quatro óbitos hoje reportados, três óbitos foram declarado no dia 06/01/2021 e um óbito foi declarado no dia 07/01/2021”, detalha o Boletim epidemiológico do MISAU.

Com estas vítimas Moçambique passou a ter um cumulativo de 176 óbitos devido à esta pandemia respiratória, que surgiu na cidade chinesa de Wuhan em Novembro de 2019, sendo 97 mortos em pacientes com 60 ou mais anos de idade, dez entre os doentes na faixa dos 20 aos 29 anos de idade e foi o quarto bebé a morrer de covid-19.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!