Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Basquetebol-Liga Nacional Vodacom: O voo da águia

A geografia pode significar uma grande rivalidade, e uma grande rivalidade pode significar grandes espectáculos e nos tempos que correm na Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, o duelo entre o Desportivo e o Ferroviário de Maputo é garantia de espectáculo.

Ambas estão entre as duas melhores equipas do campeonato, mas há uma que, nesta fase, está ligeiramente melhor do que a outra, os alvi-negros, que triunfaram por 87-79 e infligiram aos locomoticas a sua 3ª derrota em 14 partidas, a única equipa na Liga Vodacom com menos derrotas é precisamente o Desportivo de Maputo.

Com os “alvi-negros” na primeira posição e os “locomotivas”, campeões em título, na segunda, ficou assim completo o quadro das formações que a partir de sexta-feira iniciam a disputa das meias-finais no sistema de “play-off” à melhor de três.

Apurados já estavam o Maxaquene, terceiro classificado, e Ferroviário da Beira, quarto. Nos outros desafios da jornada que já haviam sido realizados nota de destaque para a derrota do Maxaquene frente ao Costa do Sol por 94-105, enquanto o Ferroviário da Beira bateu o Desportivo da mesma cidade por 82-68.

Benfica de Quelimane, por seu turno, venceu Real Sociedade pela marca de 81-73. Agora, para as meias-finais teremos os embates Ferroviário de Maputo-Maxaquene, na reedição das finais dos últimos anos, e Desportivo-Ferroviário da Beira.

Segundo o regulamento da competição, os dois primeiros jogos disputam-se no terreno do melhor classificado e o terceiro, caso seja necessário, no recinto do pior posicionado. Enquanto se procura o vencedor da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom deste ano, já é um dado adquirido que estes primeiros classificados, juntamente com Costa do Sol e Benfica de Quelimane, manter-se-ão na edição de 2010, enquanto Desportivo da Beira e Real Sociedade, os dois últimos classificados, descem aos respectivos campeonatos provinciais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!