Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Baixo Zambeze está prestes a transbordar e recomenda-se a retirada de pessoas e bens

Na região do Baixo Zambeze estão a aumentar os níveis hidrométricos, em Caia já foram ultrapassados os níveis de alerta e nas próximas 24 horas poderão ser igualmente superados em Mutarara e Marromeu, na sequência das chuvas que ocorrem em toda bacia hidrográfica do Zambeze em território moçambicano e nos países vizinhos a montante, particularmente no Zimbabwe, no Malawi e na Zâmbia.

Segundo a Administração Regional de Águas do Zambeze (ARA-Zambeze), os principais rios afluentes, tais como Revubué, Luia, Luenha e Chire transportam assinaláveis volumes de água, contribuindo para alteração das condições hidrológicas no Baixo Zambeze.

Por conseguinte, prevê-se que os níveis hidrométricos continuem a aumentar nas próximas 72 horas na região do Baixo Zambeze, nomeadamente em Tambara, Chemba, Mutarara, Caia, Mopeia e Marromeu.

A Administração Regional de Águas recomenda a todas as entidades públicas e privadas, às autoridades locais, aos agentes económicos e à sociedade em geral, a retirada de pessoas e bens das zonas de risco de inundação e evitar a travessia dos leitos dos rios da bacia do Zambeze.

Num comunicado de Imprensa enviado ao @Verdade, a Administração Regional de Águas do Zambeze assegura que vai continuar a realizar o monitoramento da evolução hidrológica ao longo da Bacia do Zambeze e recomenda o acompanhamento permanente do Boletim Hidrológico ou comunicados disseminados pela ARA-Zambeze.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!