Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

BAD e banco sul-africano financiam empresa zimbabweana de electricidade

A empresa nacional de electricidade do Zimbabwe anunciou, segunda-feira, ter obtido empréstimos e subvenções dum montante de 132 milhões de dólares americanos do Banco Sul-Africano de Desenvolvimento e do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para desenvolver as suas infraestruturas.

O director-geral da Autoridade para o Abastecimento de Electricidade do Zimbabwe (ZESA), Ben Rafemoyo, declarou que a maioria destes fundos serão utilizados para renovar as unidades de produção de electricidade existentes, bem como a sua central térmica na cidade mineira de Hwange, no noroeste. Adiantou que a empresa nacional de electricidade, que apenas cobre 65 por cento das necessidades nacionais de electricidade e importa o resto dos países vizinhos, está engajada em negociações com investidores potenciais para a construção de novas unidades de produção de electricidade.

O Zimbabwe está a avaliar vários projectos energéticos, alguns dos quais em colaboração com países vizinhos como a Zâmbia. Ele propôs aos investidores reduções nas taxas e nos custos para a construção de novas centrais eléctricas, mas até agora nenhum investidor se comprometeu. “Tentamos atrair os investidores potenciais e estes fundos do BAD e do Banco Sul-Africano de Desenvolvimento mostram que há instituições sérias que estão prontas para trabalhar connosco”, declarou Rafemoyo.

O Zimbabwe tem uma capacidade de produção de dois mil megawatts de electricidade, mas devido aos frequentes cortes de corrente eléctrica apenas produz metade em média.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!