Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Aviões sírios bombardeiam um hospital no norte

Os aviões de combate sírios bombardearam um dos principais hospitais em território sob domínio dos rebeldes, no norte do país, segundo activistas e imagens de vídeo.

Onze civis, incluindo dois médicos, foram mortos no ataque da Quarta-feira contra o hospital na localidade de al-Bab, 30 quilómetros a nordeste da cidade de Aleppo, de acordo com o relato do grupo de oposição Centro de Mídia de Aleppo, esta Quinta-feira (12).

Imagens de vídeo postadas no YouTube mostram o corpo inerte de uma criança pequena a ser levado por um homem para o hospital. Um outro menino está estendido no chão, com sangue na cabeça e o corpo coberto de pó. Na gravação, o local está cheio de poeira.

Pelo chão se vêem destroços e aparelhos de ar-condicionado esmagados. Segundo o Centro de Mídia de Aleppo, as unidades de radiologia e de emergência foram destruídas no ataque. Durante os dois anos e meio de conflito, iniciado com manifestações pró-democracia, contra as quatro décadas da família Assad no poder, a Força Aérea síria bombardeou escolas, hospitais e padarias – alvos ilegítimos pelas convenções da guerra.

Mais de 100 mil pessoas foram mortas no conflito e as potências mundiais, divididas sobre a crise na Síria, não têm sido capazes de conter a violência. O governo sírio não fez comentários sobre o ataque, mas a agência estatal de notícias Sana informou esta Quinta-feira que o Exército matou 14 “terroristas” – termo usado para designar os rebeldes – ao norte de al-Bab, numa operação contra um comboio dos militantes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!