Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Avaria de candeeiros deixa ponte Armando Guebuza sem iluminação

A ponte Armando Guebuza, uma infra-estrutura recém-construída, ligando as províncias centrais moçambicanas de Sofala e Zambézia a partir dos distritos de Caia e Mopeia, está a registar problemas sérios de iluminação nas noites, devido a avaria de 88 candeeiros dos cerca de 196 montados ao longo dos dois quilómetros que constituem o comprimento da infra-estrutura.

O “Diário de Moçambique”, que, esta semana, esteve a trabalhar na vila de Caia, constatou que o problema ameaça a segurança rodoviária e localiza-se praticamente na zona a meio da ponte, abarcando uma extensão de aproximadamente 800 metros.

Uma fonte do jornal disse que a avaria, cuja visibilidade é notória nas noites até a uma distância de mais de 20 quilómetros, tanto para quem se encontre na vila de Caia assim como na outra margem de Chimuara, data desde há bastante tempo.

“A ponte está naquele estado há muito tempo e isto vai originar acidentes, caso medidas tendentes a alterar a situação não sejam tomadas”, disse a fonte.

No ano passado, foi registada uma vandalização em série dos reflectores para orientação dos automobilistas ao longo das duas faixas de rodagem.

Na ocasião, o Governador de Sofala, Carvalho Muária, anunciou o reforço de segurança e uma série de medidas que seriam tomadas pelos Governos das duas províncias (Sofala – Zambézia), para evitar que situações de género voltem a acontecer.

Antes da construção daquela ponte, que foi inaugurada com pompa e circunstância em 2009, o trânsito nos dois sentidos da Estrada Nacional número um (EN1) era garantido por batelões.

Em Julho, alguns meses depois da inauguração da referida infra-estrutura, dados da Administração Nacional de Estradas (ANE), indicavam que um total de 7.305 viaturas transitou pela referida ponte baptizada com pelo nome do chefe de Estado moçambicano.

A ponte tem o comprimento de 2,3 quilómetros, 16 metros de largura, duas faixas de rodagem com 2,5 metros cada, para além de dois passeios com 1,9 metros cada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!