Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ataque suicida reivindicado pelo Estado Islâmico mata 54 pessoas no Iémen, diz governo

Um homem-bomba matou ao menos 54 pessoas ao bater um carro cheio de explosivos num complexo de uma milícia em Áden nesta segunda-feira, informou o Ministério da Saúde, num dos piores ataques reivindicados pelo Estado Islâmico na cidade portuária do sul do Iémen.

O diretor-geral do Ministério da Saúde em Áden, Al-Khader Laswar, disse à Reuters que pelo menos outras 67 pessoas ficaram feridas no ataque realizado no bairro de Mansoura.

O Estado Islâmico disse em comunicado divulgado na agência de notícias do grupo militante, a Amaq, que um dos seus homens-bomba realizou o ataque. “Cerca de 60 mortos em uma operação de martírio de um combatente do Estado Islâmico tendo como alvo um centro de recrutamento na cidade de Áden”, disse o comunicado, sem fornecer mais detalhes.

Uma fonte da área de segurança disse que o ataque teve como alvo um complexo escolar onde recrutas dos Comités Populares, forças aliadas ao presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi, estavam reunidos para um café da manhã.

Militantes islâmicos, incluindo o Estado Islâmico, tem explorado uma guerra civil de 18 meses entre o movimento Houthi e os apoiantes de Hadi para atacar autoridades políticas e religiosas, além das forças de segurança e instalações de uma coligação militar liderada pela Arábia Saudita que apoia o presidente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!