Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Assad diz não haver provas de ataque químico

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, negou estar por trás do ataque com armas químicas contra o povo sírio e disse que as evidências de que houve um ataque do tipo não foram conclusivas, disse a reportagem da CBS.

“Não houve evidências de que usei armas químicas contra o meu próprio povo”, disse o presidente sírio em entrevista conduzida em Damasco, informou a CBS.

Assad falou no momento em que o governo de Obama pressiona o congresso pela autorização de um ataque contra a Síria em resposta ao ataque que matou mais de 1.400 sírios, incluindo centenas de crianças, em Agosto. A administração de Obama acusou as forças de Assad de estarem por trás do ataque.

Assad culpou os rebeldes. A autorização de retaliação dos EUA em território sírio não é dado como certo. Espera-se que a votação no congresso aconteça esta semana. Em entrevista, o repórter da CBS disse que Assad não confirmou ou negou se a Síria possui armas químicas, mas se existissem seria sob controle centralizado.

Os Estados Unidos deviam encontrar provas do seu envolvimento, se há provas, disse Assad, de acordo com o repórter. Assad avisou que se houver um ataque militar pelos EUA, haverá retaliação pelos aliados da Síria.

O país está bem preparado para um ataque. O presidente tinha uma mensagem ao povo norte-americano, que não deveriam se envolver noutro conflito no Oriente Médio.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!