Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Após golpe, soldados saqueiam prédios públicos na Guiné-Bissau

Soldados invadiram pelo menos dois prédios governamentais na quinta-feira na capital da Guiné-Bissau, furtando dinheiro e suprimentos, segundo autoridades do país africano, que foi cenário de um golpe de Estado no último dia 12. O auto intitulado Comando Militar, que dissolveu o governo e cancelou uma eleição presidencial em curso, anunciou dias atrás que atrasará o pagamento aos funcionários públicos.

Os saques sinalizam uma crescente sensação de desespero na ex-colônia portuguesa. ?”Uma dúzia de homens armados e fardados invadiu as instalações da Administração de Tráfego no alvorecer de hoje, e levou 8 milhões de francos CFA (16 mil dólares)”, disse Lucinda Barboa Ahukarie, diretora do órgão, a jornalistas na quinta-feira.

Antes disso, soldados saquearam o Ministério da Agricultura, de onde levaram pesticidas e outros suprimentos, segundo nota do ministério.

Organizações mundiais condenaram o golpe, e o bloco regional da África Ocidental, chamado Ecowas, está preparando o envio de uma força com 600 militares para contribuir com a restauração da ordem constitucional, segundo fontes.

Uma rádio local relatou na quinta-feira outros casos recentes de saques cometidos por soldados, incluindo o furto de gado em propriedades do interior. Não foi possível confirmar de imediato essas informações.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!