Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Amnistia Internacional espera maior proteção dos Direitos Humanos na Guiné Equatorial

A Amnistia Internacional disse esperar que a situação dos Direitos Humanos na Guiné Equatorial melhore com a entrada do país na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Esperemos que a entrada da Guiné equatorial no grupo da CPLP faça com que o país adote reformas institucionais no sentido de uma melhor proteção dos Direitos Humanos” disse à agência Lusa a porta-voz da organização em Genebra, Nadia Boelhen.

A Guiné Equatorial, que pediu adesão ao bloco lusófono em 2010, entrou nesta quarta-feira (23) na Comunidade de Países de Língua Portuguesa durante a décima conferência de chefes de Estado e de Governo da CPLP, que decorreu pela primeira vez na Ásia, no caso em Díli, Timor-Leste.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!