Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alimentos para desnutridos perde validade em armazéns na Beira

Cerca de 2.5 toneladas de “Plumpy Nut”, um alimento terapêutico destinado ao tratamento de casos de desnutrição aguda em crianças, estão já fora do prazo de consumo, sem sequer terem saído dos armazéns da fabricante, a Joint Aid Management (JAM), localizada na zona da Cerâmica, arredores da cidade da Beira.

O jornal Diário de Moçambique escreve que o produto ficou fora do prazo de validade em Maio do ano passado, facto detectado há dias pelo núcleo provincial de Inspecção Nacional das Actividades Económicas (INAE) de Sofala, durante uma inspecção de rotina.

Uma fonte da JAM disse que ao Diário de Moçambique que o produto permaneceu nos armazéns pelo facto de não ter sido entregue ao UNICEF para o fazer chegar às unidades sanitárias onde é necessário para ajudar na recuperação de crianças que sofrem de desnutrição, doença causada por dieta inapropriada.

A fábrica, que tem capacidade de produzir 500 toneladas métricas deste produto por ano, para assistir 30 mil crianças, foi inaugurada em 2010 pelo ex-ministro da Saúde, Ivo Garrido, o qual garantiu na altura que o Governo iria comprar todo o produto ali produzido, para fornecê-los às unidades sanitárias. O coordenador do núcleo do INAE de Sofala, Marcos Lemmy Kunoguamoto, disse que a sua instituição está a accionar mecanismos visando a incineração do produto, cujos custos, para o efeito, deverão ser suportados pela fabricante.

O Conselho Municipal da Beira, através da vereação de Gestão Urbana e Ambiente, cobra um metical por cada quilograma de produto incinerado na lixeira municipal. Marcos Lemmy Kunoguamoto admite que, para além de “Plumpy Nut”, possam existir nos armazéns da Cerâmica matérias-prima igualmente fora dos prazos de validade. “Estamos também a inspeccionar os armazéns da JAM no sentido de verificar se existem ou não outros produtos fora do prazo”, disse a fonte.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!