Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Al Qaeda mata comandante de facção rival na Síria

Militantes ligados à Al Qaeda na Síria mataram, esta Quinta-feira (11), um membro graduado do Exército Sírio Livre, grupo oposicionista apoiado por governos árabes e ocidentais, segundo uma fonte do ESL.

O caso mostra a crescente rivalidade entre elementos islâmicos e outros mais moderados nas fileiras da oposição armada ao governo de Bashar al-Assad, numa guerra civil que já dura mais de dois anos.

Kamal Hamami, também conhecido como Abu Bassel al-Ladkani, membro do Conselho Militar Supremo do Exército Sírio Livre, foi morto durante uma reunião com membros do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, na cidade portuária de Latakia, segundo relato feito à Reuters por Qassem Saadeddine, porta-voz do ESL.

“O Estado Islâmico telefonou-me dizendo que mataram Abu Bassel e que vão matar todo o Conselho Militar Supremo”, disse Saadeddine na Síria.

Ele disse que a reunião servia para a discussão de “planos de batalha”, num momento em que o ESL tenta montar uma rede logística e reforçar a sua presença no território sírio, antes de receber uma ajuda militar prometida pelos Estados Unidos.

O Congresso norte-americano ainda não autorizou o envio de armas ao ESL porque teme que esse material não seja suficiente para derrubar o governo de Assad e que termine nas mãos de militantes islâmicos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!