Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Acordo da Europa com Turquia não impede travessias de imigrantes

A guarda costeira da Turquia interceptou nesta quarta-feira dezenas de imigrantes maioritariamente sírios ao longo da costa do mar Egeu que continuam a arriscar-se em travessias marítimas perigosas rumo à Grécia, apesar dos esforços de Ancara para deter o fluxo de imigrantes em respeito ao acordo que firmou com a União Europeia(UE).

Um grupo de 42 pessoas, sendo mais de uma dúzia de crianças, se abrigava em um complexo da Guarda Costeira, algumas debaixo de cobertores, na estância balneária de Didim depois de serem detidas. Dezenas mais esperavam na praia, vigiadas por policiais armados, enquanto um autocarro chegava para levá-las embora.

“Estamos com medo de ficar aqui e com medo de ficar na Síria… estamos fugindo para o país que nos receber. Queremos segurança, alguém que cuide de nós”, disse Sameeha Abdullah, uma das pessoas do grupo próximas à praia e que escapou da guerra civil síria.

No mar, a pouca distância da praia, um barco da guarda costeira abordou o que parecia ser uma pequena embarcação levando mais imigrantes.

Algumas autoridades temem uma debandada em direcção às ilhas gregas próximas, apesar do aumento do patrulhamento marítimo apoiado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) no Mar Egeu, antes da entrada em vigor do duvidoso acordo com a UE.

Conforme o rascunho do pacto firmado na segunda-feira, a Turquia concordou em receber de volta todos os imigrantes irregulares em troca de mais dinheiro e maior rapidez nas conversas sobre sua filiação à UE, que se arrasta há tempos, e na dispensa de vistos de viagens para seus cidadãos.

O objectivo, disseram o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, e líderes do bloco, é desestimular imigrantes ilegais e acabar com o negócio dos traficantes de pessoas, que vem alimentando a maior crise migratória da Europa desde a Segunda Guerra Mundial. A mensagem, afirmam eles, é simples: tente cruzar ilegalmente e será mandado de volta na hora.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!