Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ACNUR alerta para fuga de refugiados do Sudão do Sul para países vizinhos

Vários milhares de pessoas fugiram do Sudão do Sul para a República Democrática do Congo (RDC), o Uganda e a República Centro Africana (RCA), devido à eclosão dos combates nas províncias estáveis do seu país, alertou neste fim de semana o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Segundo o site oficial das Nações Unidas, citando um comunicado do ACNUR, sexta-feira à noite, o número de pessoas que chegaram à localidade de Bamboté, na RCA, ultrapassa o das populações locais estimadas em mil e 500 habitantes.

O comunicado assinala numerosas dificuldades sanitárias, enquanto o ACNUR prevê a chegada, na próxima semana, de quase sete mil refugiados, provenientes do Sudão do Sul, a Bamboté, zona de difícil de acesso.

Os refugiados começaram a chegar a esta localidade em dezembro último fugindo dos combates entre grupos armados e as forças governamentais sul-sudanesas.

Mais de 11 mil pessoas chegaram à RD Congo desde o fim do ano transacto, mas também ao Uganda, onde mais de 14 mil, essencialmente mulheres e crianças, atravessaram as fronteiras, cansadas e famintas.

Segundo a mesma fonte, os refugiados deploraram a violação dos seus direitos, evocando massacres, violações sexuais e recrutamentos forçados.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!