Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

A antiga polícia secreta alemã tinha a ficha de Michael Jackson

A Stasi, a polícia secreta da então Alemanha comunista (RDA), fez um levantamento e criou uma ficha nos seus arquivos do cantor Michael Jackson por causa de um show que ele realizou junto ao Muro de Berlim, em 1988, informou esta quinta o jornal alemão Bild.

A Stasi temia que ocorrem distúrbios se os jovens da Alemanha Oriental tentassem ir à zona proibida da Porta de Brandeburgo para ouvir o show que ia acontecer do outro lado do mundo, segundo arquivos da polícia secreta datados de 4 de maio de 1988.

A polícia então analisou a possibilidade de uma operação de distração que consistiria em convidar os jovens para um estádio onde o show de Michael Jackson seria transmitido em um telão, mas com dois minutos de atraso para censurar qualquer tipo de ‘provocação política’.

Também aventaram substituir a transmissão pela exibição de um vídeo de um outro show do artista falecido em 25 de junho passado. Mas, no final, a Stasi desistiu de seu plano e a polícia dispersou brutalmente os jovens que se concentraram junto ao muro para tentar ouvir seu ídolo cantar em 19 de junho de 1988.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!