Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

29 Togoleses em observação nos Camarões por causa do vírus do ébola

Os passageiros togoleses chegados a Douala, segunda-feira, depois da aterragem do avião em que viajavam para evitar um acidente de avião foram isolados por um período de 21 dias no quadro das medidas do Plano Estragégico dos Camarões contra a febre hemorrágica do ébola, soube-se de fontes sanitárias.

As fontes não precisaram o local de isolamento dos passageiros que, até agora, não apresentaram sintomas da doença depois de exames médicos, mas indicaram que os Togoleses poderão ficar em quarentena durante 21 dias, duração máxima da fase de incubação do vírus do ébola.

Desde o anúncio da presença do vírus na vizinha Nigéria, o Ministério da Saúde Pública dos Camarões realiza reuniões regulares para conter a entrada da epidemia e pediu o envolvimento de todo o mundo para que esta acção multi-sectorial tenha êxito.

Todas as administrações foram informadas sobre o Plano Nacional Contra o Vírus do Ébola e os aviões provenientes ou que fazem escala nos países afectados por esta doença (Guiné Conakry, Serra Leoa, Libéria e Nigéria) estão proibidos de aterrarem nos Camarões.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia do vírus do Ébola causou até agora 1.229 mortos na África Ocidental.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!