Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

14 civis mortos por militares nigerinos por engano

Cartoze civis foram mortos quarta-feira, 5, por militares nigerianos por engano numa aldeia situada à fronteira entre o Níger e a Nigéria, perto do Lago Tchad, uma zona sensível onde opera a seita extremista Boko Haram, soube-se quinta-feira de fonte de segurança.

Segundo estas fontes, as vítimas seriam hortelões que foram tomados por membros da seita Boko Haram pelas forças de defesa e segurança.

Entre as vítimas figuram 12 cidadãos nigerianos e dois nigerinos, que vinham todos semear pimento nas margens do rio Komadougou que serve de fronteira entre o Níger e a Nigéria na zona, e foram tomados por alvo por uma patrulha da Gendarmaria local.

Domingo passado, na mesma zona, precisamente na localidade de Ngalewa, nove pessoas foram mortas e 37 sequestradas por elementos da seita Boko Haram.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!