Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

12 soldados malianos mortos por homens armados

Doze soldados malianos, incluindo dois oficiais, foram mortos por homens armados não identificados na aldeia de Boulkéssi, na Prefeitura de Douentza, na região de Mopti (centro), soube a PANA de fonte de segurança.

O ataque coordenado e liderado por homens a bordo de um Pick Up e de moto foi perpetrado contra uma posição do Exército maliano na zona, teatro de violentos ataques desde a crise maliana de 2012 com a ocupação, até Janeiro de 2013, das regiões norte do país por rebeldes tuaregues independentistas, apoiados por djihadistas de diversas origens.

Vários outros soldados malianos desapareceram, enquanto alguns fugiram para o território burkinabe durante o ataque, que fez igualmente danos materiais consideráveis do lado das Forças Armadas malianas.

Em Novembro de 2014, a mesma zona foi alvo de violentos confrontos entre homens armados e militares malianos em patrulha, fazendo várias vítimas nos dois lados.

Este ataque acontece numa altura em que foi lançada uma perseguição contra o terrorista Malam Dicko, procurado por ataques perpetrados nos últimos dias contra Esquadras da Polícia, numa província burkinabe fronteiriça com o Mali.

Este último é considerado como um fiel tenente de um dos djihadistas malianos mais temidos, Amadou Koufa e Iyad Ag Ghali.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!